sábado, 24 de outubro de 2009

CAJU A FRUTA DO NORDESTE



O caju é considerado muitas vezes como o fruto do cajueiro, embora seja um pseudofruto. É constituído de duas partes: a castanha que é a fruta propriamente dita, e o pedúnculo floral, pseudofruto confundido com o fruto. Esse se compõe de um pedúnculo piriforme, carnoso, amarelo, rosado ou vermelho.

A Região Nordeste, com uma área plantada superior a 650 mil hectares, responde por mais de 95% da produção nacional, sendo os estados do Ceará, Piauí, Rio Grande do Norte e Bahia os principais produtores.

A importância social do caju no Brasil traduz-se pelo número de empregos diretos que gera, dos quais 35 mil no campo e 15 mil na indústria, além de 250 mil empregos indiretos nos dois segmentos. Para o Semi-Árido nordestino, a importância é ainda maior, pois os empregos do campo são gerados na entressafra das culturas tradicionais como milho, feijão e algodão, reduzindo, assim, o êxodo rural. Além do aspecto econômico, os produtos derivados do caju apresentam elevada importância alimentar. O caju contém cerca de 156 mg a 387 mg de vitamina C, 14,70 mg de cálcio, 32,55 mg de fósforo e 0,575 mg de ferro por 100 ml de suco, ajuda a proteger as células do sistema imunológico contra os danos dos radicais livres.


Conforme os trabalhos de pesquisa desenvolvidos pela Embrapa e por outras instituições de pesquisa, o pedúnculo de caju é rico em vitamina C, fibras e compostos fenólicos. Além do potencial vitamínico, estes compostos conferem potencial antioxidante à polpa do caju. Esta propriedade biológica está associada à prevenção de doenças crônico-degenerativas, como problemas cardiovasculares, câncer e diabetes, que avançam a cada ano, superando estatísticas e preocupando as lideranças governamentais da área de saúde.  A necessidade de aumento do consumo de frutas tem sido uma recomendação crescente da Organização Mundial da Saúde, visando à prevenção do desenvolvimento das doenças crônico-degenerativas. o caju é um forte candidato para acrescentar saúde, sabor e beleza na mesa tropical.. A colheita é realizada de agosto a janeiro.

So é uma árvore originária do Brasil, nativo da região litorânea. Suas folhas são eficazes na cicatrização de feridas.


Além de ser consumido natural, o caju pode ser utilizado na preparação de ração animal, sucos, mel, doces, passas, sorvetes, licores.


A castanha, depois de torrada, é utilizada como petisco, sendo exportada para quase todo mundo, A castanha verde é usada em pratos quentes.


O suco de caju é industrializado e muito apreciado em todo o país.


A casca do caju é usada no tratamento de afta e infecções na garganta. A madeira também é aproveitada na construção civil, carpintaria, marcenaria, etc.

aproveitem e coloquem na merenda escolar das crianças POLÍTICOS INCOMPETENTES   

2 comentários:

  1. Adorei o artigo! Sou nordestina, baiana e pra mim não há fruta melhorq o caju de onde aproveitamos tudo! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  2. A fruta cajú é uma das mais delicosas do Brasil! Belo post!

    ResponderExcluir

obrigado pelo comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...