quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

A MORTE DA ÉTICA



Cerca de 50 manifestantes devem passar a madrugada desta quinta-feira (3) no plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal.


Mais cedo, cerca de 150 manifestantes invadiram o plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Eles eram, em sua maioria, estudantes, militantes da CUT (Central Única dos Trabalhadores), do PSOL, do PSTU, da UJS (União da Juventude Socialista) e Conlute (Cordenação Nacional de Lutas). A maioria dos militantes que permanece no edifício é formada por estudantes.


Os manifestantes chegaram a sair do plenário para que o presidente da Câmara, deputado Cabo Patrício (PT), pudesse ler os 6 requerimentos que pedem o Impeachment do governador do DF, José Roberto Arruda (DEM).


Depois, eles derrubaram a porta principal do plenário da Casa e retomaram a ocupação no início da noite. Mais cedo, o presidente da Câmara repudiou a atitude dos manifestantes, mas disse que não deveria mandar a Policia Legislativa ao local para retirá-los.


Os estudantes se dividiram em comissões para organizar o local. Segundo a estudante Lorena Fernandes, da UNB (Universidade de Brasília), os manifestantes devem permanecer "até o Arruda sair do cargo". Porém, a decisão deve ser rediscutida nas próximas assembleias do grupo.


Ao invadir o local, os estudantes gritavam palavras de ordem pela saída do governador José Roberto Arruda e do vice, Paulo Octávio, do cargo. Mais cedo, os manifestantes gritaram "Arruda na Papuda. PO [Paulo Octávio] no xilindró" e cantaram o hino do Brasil.


Os manifestantes também exibiram faixas em que pediam o fim da "gangue da vovó"- em referencia à deputada Eurides Brito (PMDB), de 72 anos, envolvida no escândalo.


De acordo com a Polícia Federal, Arruda (DEM) teria recebido dinheiro não declarado de empresas privadas para sua campanha, em 2006. Octávio, do mesmo partido, também é citado nas investigações.


Ao menos 10 deputados (2 deles suplentes), além do governador e 3 secretários do Distrito Federal são suspeitos de participar de pagamento de propinas. A operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal, foi divulgada na última sexta-feira (27).



CHICO ALENCAR PSOL COPIA ORAÇÃO DO MENSALÃO DO BLOG E FAZ NOVA ORAÇÃO DA PROPINA OBRIGADO






SENHOR,


fazei de mim o instrumento de enrolação para garantir dilma na eleição...


onde houver mutreta, que eu mostre a maleta...


onde houver gorjeta, que eu tenha a minha teta...


que eu não tenha dor na munheca de tanto encher a cueca...


que em cada licitação, alguém molhe a minha mão...



onde houver crachá, que não falte o jabá...


onde houver ócio, que eu feche o negócio...


onde houver propina, que reservem o da vila campesina...


mas sem esquecer do MST, das ONGs e do PT...


onde houver colarinho branco, que dobre o lucro do banco...


onde houver esquema,que eu tenha cuidado com o telefonema...


e, se a proposta for chula, lembrai do custo do Lula...


Ó Mestre, que eu tenha poder para corromper e ser corrompido...


porque é sonegando que se é promovido e mentindo que se vai subindo....


pois enquanto o povo sofre com desemprego e mensalão...


o índio faz nação, o sem terra faz a invasão, a base aliada entra na negociação e a gente mete a mão...


E que a pizza seja feita pela vossa vontade enquanto a grana da publicidade levar o povo a aceitar nossa desonestidade como se fosse genialidade...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigado pelo comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...