quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

SALVE MICHELETTI O HERÓI DE HONDURAS



O presidente interino de Honduras, Roberto Micheletti, disse nesta quinta-feira que os mais recentes episódios ocorridos no país --as eleições realizadas no domingo e a não restituição de Manuel Zelaya, decidida pelo Congresso ontem-- são uma lição para alguns governantes latino-americanos que continuam rejeitando seu governo.


Micheletti, que chegou ao poder pelo Legislativo após a deposição de Manuel Zelaya em 28 de junho, citou nominalmente os governantes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, da Argentina, Cristina Kirchner, da Bolívia, Evo Morales, do Equador, Rafael Correa, e da Venezuela, Hugo Chávez.


"Demos a resposta a Chávez, como demos a Evo Morales, ao senhor Correa, e como estamos dando diariamente a dom Lula da Silva e à senhora Kirchner, que têm um ódio incrível contra nosso país, sem que tenhamos feito absolutamente nada mais que decidir nosso destino", disse.


O presidente interino criticou especialmente o governo venezuelano, que de acordo com ele "não favorece a população [do país] e não mudou nada para os pobres".


"Acredito que esta é uma mensagem para todos os homens que tentam dominar um país por meio do dinheiro, da força ou do petróleo, como está fazendo Chávez, a quem Honduras disse: aqui, não mais. [Chávez] é um transtornado que não tem capacidade para vir impor absolutamente nada", afirmou Micheletti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigado pelo comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...