terça-feira, 14 de dezembro de 2010

PROJETO DE IRRIGAÇÃO DO GOVERNO DO RN ONDE TEM ?


A irrigação tem importante papel a  cumprir no Nordeste semi-árido, 
garantindo à atividade agrícola sustentabilidade econômica, minimizando, 
sobretudo o risco tecnológico, representado pela escassez de água. 
Com efeito, este trabalho busca apresentar como o desenvolvimento 
da agricultura irrigada na região (como indutora de modernização agrícola e 
agroindustrialização) permitirá que  seja desencadeada uma série de 
benefícios para a região, tais como:  geração de divisas, abastecimento 
interno de hortícolas, geração de emprego e melhoria na qualidade de vida.

Com o conhecimento atual dos  recursos de solo e água, o 
Brasil tem um potencial de irrigação de 52 milhões de 
hectares. A área atualmente irrigada atinge 3,0 milhões de 
hectares, sendo 1,4 milhão de hectares com irrigação a 
pressão e 1,6 milhão de hectares com irrigação por superfície. 
A área irrigada no Nordeste é de 495.370 ha e a área potencial 
de irrigação é de 2.717.820 ha. Têm-se desenvolvido apenas 
18,2% da área potencial. A  maior concentração de área 
irrigada está nos Estados da Bahia (33,95%), Pernambuco 
(17,97%) e Ceará (16,63%). 
A potencialidade de expansão da agricultura irrigada 
apresenta-se promissora em relação a diferentes aspectos que 
influem sobre o desenvolvimento econômico, quais sejam: 
•  Do ponto de vista da utilização dos recursos naturais, 
para regiões semi-áridas permite a utilização dos solos 
durante todo o ano, obtendo-se, em alguns casos, duas 
a três colheitas por ano; 
•  Efeito catalítico que podem exercer as áreas de irrigação 
em relação às atividades econômicas e aos serviços de 
apoio governamental abre perspectivas para a adoção 
de enfoques de desenvolvimento integrado, ensejando a 
implantação de complexos agro-industriais e serviços 
conexos, especificamente para a produção de alimentos 
e produtos de exportação; 
•  Os efeitos sociais da expansão maciça de áreas irrigadas 
com a correspondente integração de atividades 
produtivas deverão traduzir-se numa maior ocupação de 
mão-de-obra por hectare irrigado.
QUE DANADO ESSAS REPARTIÇÕES ESTÃO FAZENDO ISSO SÃO CABIDES DE EMPREGO ? 
BNDES  Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social 
CODEVASF Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco 
CVSF  Comissão do Vale do São Francisco 
DNOCS  Departamento Nacional de Obras Contra às Secas 
DNOS  Departamento Nacional de Obras de Saneamento 
EMBRAPA  Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária 
FNE  Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste 
IOCS  Inspetoria de Obras Contra às Secas 
IRGA  Instituto Rio-Grandense do Arroz 
GEIDA Grupo de Estudos Integrados de Irrigação e Desenvolvimento Agrícola 
PIN  Programa de Integração Nacional 
POLONORDESTE  Programa de Desenvolvimento de Áreas Integradas do Nordeste 
PPI  Programa Plurianual de Irrigação 
PND  Plano Nacional de Desenvolvimento 
PROFIR  Programa de Financiamento de Equipamentos de Irrigação 
PROINE  Programa de Irrigação do Nordeste 
PRONI  Programa Nacional de Irrigação 
PROVÁRZEAS Programa Nacional para Aproveitamento Racional de Várzeas irrigáveis 
SUDENE  Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste 
SUVALE Superintendência de Desenvolvimento do Vale do São Francisco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigado pelo comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...