domingo, 3 de junho de 2012

ALCACHOFRA SALVA-VIDAS



Alcachofra (Cynara scolymus)
A alcachofra pode ser empregada para fins medicinais nas formas de: decocto, tintura-mãe, vinho medicinal, extrato seco (em cápsulas) e hidrolato (medicamento obtido por destilação).

 Ação: colagoga, colerética, depurativa, diurética, laxativa (sem irritar a mucosa dos intestinos), hipoglicemiante, reduz a taxa de uréia e colesterol sangüíneo.

Propriedades farmacológicas: o sabor amargo contribui para aumentar a secreção gástrica e sua acidez (sendo por isso indicada no combate da má digestão); hepatoprotetora e regeneradora dos hepatócitos (células encontradas no fígado capazes de sintetizar proteínas); efeito colerético (se a bile não está sendo adequadamente transportada para a vesícula biliar, o fígado sofre maior risco de dano); os coleréticos são muito úteis no combate da hepatite e de outras hepatopatias mediante o seu efeito descongestionante e diminuem os níveis de colesterol sangüíneo e os de triglicérides; diminui as cólicas provocadas pelos cálculos biliares; a cinarina possui propriedades anti-hepatotóxicas; na uremia, a cinarina melhora a excreção do amônia por provocar um aumento da produção de ácido úrico pelo rins; diurética (auxilia na eliminação da uréia e de substâncias tóxicas provenientes do metabolismo celular) e hipoglicemiante (indicada no combate do diabetes).

Outras Indicações: ácido úrico, afecções hepatobiliares, anemia, anúria, arteriosclerose, ativar a excreção biliar, diabete, bócio exoftálmico, cálculos da bexiga e rins, clorese, colesterol, convalescença, debilidade geral, diabete melito, diarréia, dispepsia, diurese, doenças do coração, eczema, emagrecimento, escorbuto, escrofulose, estômago, febre, fígado, fraqueza, gota, hemofilia, hemorróidas, hidropisia, hipertensão, hipertireoidismo, icterícia, inflamação interna, má-digestão, má formação do sangue, malária, males gástricos e renais, nefrolitíase, obesidade, pneumonia, pulmões, raquitismo, regimes de emagrecimento, reumatismo, sífilis, tosse, toxemia, uréia, uremia, uretrite, urticária, vias biliares, hepáticas e urinárias. 
Contra-indicado: Gestantes e na amamentação
Obs: uso de remédios e medicamentos sob a orientação e a prescrição de um profissional da área de saúde, no consultório. 

Devido a complexidade, para explicar todos mecanismos de ação, apenas gostaria de ressaltar e avisar aos amigos leitores que poucos fitoterápicos tem tantas propriedades medicinais como a alcachofra.        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigado pelo comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...