quinta-feira, 26 de agosto de 2010

DESCASO NA EDUCAÇÃO DO RN


O sonho de ver a Escola Estadual Jerônimo Rosado, conhecido popularmente como 'Colégio Estadual', reformado e até ampliado está acontecendo de forma frustrada por parte da comunidade escolar.

Segundo a direção da escola, a falta de comunicação tem deixado todos que fazem a instituição apreensivos. Isso por que, até agora ninguém sabe como se dará essa reforma, sonhada há mais de cinco anos. "Estamos todos bastante preocupados, por que até agora não chegamos nem a ver o projeto dessa reforma. Estamos vendo uma empresa trabalhando dentro da escola, quebrando paredes e tapando buracos. Mas até agora não perguntaram quais as nossas reais necessidades", declarava preocupado Ismael Medeiros, diretor da escola. De acordo com Ismael algumas necessidades urgentes da instituição estão sendo deixadas de fora da obra e outras com menor importância estão sendo feitas.

"Procuramos saber se os banheiros que estão interditados e o auditório escola serão reformados e a resposta que obtivemos foi que estas obras não foram contempladas no projeto. Enquanto isso estão construindo novos cômodos, quando temos mais de vinte salas desocupadas e precisando de revitalização. Como não se preocupar diante desse quadro?", indignou-se o diretor.

Procurado pela reportagem deste CORREIO DA TARDE, o diretor da empresa Base Construções, ganhadora da licitação para realização da obra, informou que a situação da escola é bastante preocupante e que na próxima quinta-feira, 26, uma equipe da Secretaria de Infraestrutura do Governo do Estado estará na escola para fazer uma avaliação mais profunda do caso, vistoriado pelo promotor de justiça, Hercyy Ponte. "Estamos bastante preocupados com a situação do Jerônimo Rosado. Fizeram uma avaliação muito superficial do que precisava ser feito nesse prédio.

Agora que estamos com a mão na massa, estamos vendo que os problemas são mais sérios e merecem um diagnóstico mais preciso e um trabalho mais minucioso. Por isso pedimos essa vistoria dos engenheiros da secretaria e do promotor para que eles conheçam de perto essa realidade", declarou Antônio Augusto Rodrigues, diretor da Base Construções.

Segundo ele, até agora só estão sendo realizados serviços como recuperação da parte de reboco e a construção de algumas salas. Já os serviços de recuperação de concreto, ainda dependem de um estudo. "Não adianta fazer um reboco em cima desses buracos no concreto. É preciso fazer um estudo específico para que seja feito o serviço da forma correta. Até por que se isso não acontecer, daqui há alguns dias vai ser necessário refazer tudo de novo", ressaltou.

Para a coordenadora pedagógica da escola, Maria de Fátima Rocha, toda a comunidade escolar está atenta e organizada para lutar pela reforma correta da instituição, que há mais de cinco anos aguarda essas obras. "Isso que está acontecendo é um verdadeiro absurdo. Como é que o governo do estado nos faz esperar quase cinco anos e chegam com essa maquiagem?

Muitas das nossas necessidades vão ficar de fora. E o pior é que estão fazendo salas sem a mínima necessidade. Iremos lutar para que os banheiros sejam reformados e que o nosso auditório escola entre nesse processo. A falta de comunicação é gritante. Até agora não sabemos o que, na realidade, esse obra contempla", declarou emocionada.


POST VIA: JORNAL DA TARDE

CADÊ OS RECURSOS DO LULA ? ESTÃO EM PERNAMBUCO ? NO PRESÍDIO ?

MAIS UM PROMESSA DE PERÍODO ELEITORAL ?

MOSSORÓ NÃO TEM COMPANHEIROS PETISTAS ?

MUITAS PERGUNTAS ? RESPOSTAS NO DIA 3 OUTUBRO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigado pelo comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...